Morreu a actriz Fernanda Borsatti


Faleceu a actriz Fernanda Borsatti, tinha 86 anos.

Fernanda Borsatti nasceu em Évora a 1 de Setembro de 1931.

Ao longo da sua carreira, Fernanda Borsatti passou pelo Teatro Maria Vitória, Companhia Laura Alves, Companhia Raul Solnado, Teatro Maria Matos, Casa da Comédia ou Teatro Politeama.  

Trabalhou sob a direcção de Francisco Ribeiro, Maria Lalande, Assis Pacheco, Raúl Solnado, etc. Destacam-se as suas participações em "O Pecado Mora ao Lado", "A Morte de um Caixeiro Viajante", "O Soldado Schveik", "Legenda do Cidadão Miguel Lino" ou "Português, Escritor, 45 Anos de Idade"

Entre 1978 e 2001 integrou o elenco do Teatro Nacional D. Maria II onde participou nas peças "O Auto da Geração Humana", "As Alegres Comadres de Windsor", "O Judeu", "Pedro, o Cru", "Fígados de Tigre", "Mãe Coragem e Seus Filhos", "Guerras de Alecrim e Mangerona", "Romance de Lobos", "Trilogia Portuguesa", "O Leque de Lady Windermere" "O Bicho", "O Tempo Feminino", "O Fidalgo Aprendiz", "Passa por mim no Rossio", "As Fúrias", "O Crime da Aldeia Velha" e "Não Digas Nada", entre outras.

No Teatro Politeama sob a direcção de Filipe La Féria viria a fazer "A Minha Tia e Eu".

No cinema participou em "Sangue Toureiro", "Pão, Amor...e Totobola", "Domingo à Tarde", "O Diabo era Outro", "O Ladrão de quem se fala", "A mulher do Próximo", "O Querido Lilás" e "A Corte do Norte" ou "Viuvez Secreta"

Na televisão participou em séries, sitcoms e telenovelas, como "A vida privada de Salazar", "Doce Fugitiva", "Inspetor Max", "Residencial Tejo", "Lá em casa tudo bem", "Gente fina é outra coisa", "Eu Show Nico", "A Mala de Cartão", "Melodias de Sempre", "Badarosíssimo" ou "A Dama das Camélias".

Em 2007, Fernanda Borsatti recebeu a Medalha de Mérito Municipal, Grau Ouro, da Câmara Municipal de Lisboa.

Comments

Popular Posts